os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







sexta-feira, 1 de agosto de 2008

às vezes, o amor acontece

Ela: Que ele me beije com beijos da sua boca! Melhores são as suas carícias que o vinho, ao olfacto são agradáveis os teus perfumes; a tua fama é odor que se difunde. Por isso te amam as donzelas. Arrasta-me atrás de ti. Corramos! faça-me entrar o rei em seus aposentos. Folgaremos e alegrar-nos-emos contigo; mais do que o vinho celebraremos os teus amores. Com razão elas te amam.

( Cântico dos Cânticos 1, 2-4 )

Ela: Eu pertenço ao meu amado, e o seu desejo impele-o para mim. Anda, meu amado, passemos a noite sob os cedros; madruguemos pelos vinhedos, vejamos se as vides rebentam e se abrem os seus botões, e se brotam as romãzeiras. Ali te darei as minhas carícias. As mandrágoras exalam o seu perfume, à nossa porta há toda a espécie de frutos , frutos novos, frutos secos, que eu guardei, meu amado, para ti.

( Cântico dos Cânticos 7, 11-14 )

e eu vou lá estar para contar tudo!
os olhares
os beijos
a cumplicidade
os sorrisos
a empatia
a felicidade
a concretização de um sonho

Sem comentários: