os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

a auscultar-me desde mil nove e noventa e um


não gosto de ir ao médico. quando era pequena tive bronquite (desde os 7 anos) e para além das crises (que foram algumas) havia um compromisso sazonal de visita ao médico  (como fazemos com os carros, uma espécie de revisão). deveríamos ir ao médico numa de prevenção, enquanto há saúde e para nos prepararmos para o seu oposto. devíamos ir fazer destartarização 2x por ano. e análises anuais? daquelas à séria, não o básico da medicina do trabalho. eu cumpro com umas coisas, não cumpro com outras. cá vou orientando o meu equilíbrio. e hoje, que amanheci doente, foi um desses dias em que uma visita ao médico se impôs.

lady B: oh Doutor... essa ficha está amarelada... de que ano é?
Dr. V.: ora bem... é de 1991! se tivesse isto no computador não podíamos ver este amarelado..
lady B: parece que sou uma freguesa... muito antiga!
Dr. V.: mas estás na mesma!

em 1991 eu teria... 12 anos. mas se bem me lembro, foi aos 7, 8 que comecei a ser seguida pelo Dr. V. (ainda não havia twitter para as 'ssoas se seguirem... ) desde então, muita coisa mudou, mas a atenção do Dr. V. para comigo foi sempre a mesma.
sim, hoje fui auscultada. e os meus ouvidos examinados. e partilhámos as fotos da filhota dele mais nova (a C. de 5 anos), contei das minhas novidades, dos meus percursos.

e a consulta terminou com uma receita. e um abraço.

Sem comentários: