os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







terça-feira, 28 de setembro de 2010

Ora vamos lá descobrir...

...o que é a aférese!

«Como se processa a dádiva?


A colheita por aférese é uma colheita automática, que é feita com a ajuda de um separador celular, que se programa previamente de acordo com as características físicas e hematológicas do dador (e a disponibilidade do dador) para colher o(s) componente(s) necessário(s).

Tal como na colheita de Sangue Total, o dador é puncionado num só acesso venoso: o sangue sai, é anticoagulado, circula no interior de um kit instalado no separador celular e são separados (colhidos) os componentes previamente seleccionados, reinfundindo no dador os restantes. Os componentes obtidos por aférese não necessitam de nenhum processamento laboratorial e estão prontos a serem enviados aos hospitais e transfundidos ao doente (depois de se terem efectuado as análises ao sangue do dador).

Por outro lado, um Concentrado de Plaquetas de Aférese (CPA), obtido por aférese, é equivalente a 4 ou 5 Concentrados de Plaquetas (CP), obtidos a partir de dadores de sangue total. Desta forma, com a boa vontade e disponibilidade de um dador de aférese, conseguimos transfundir um doente que necessite de plaquetas, enquanto necessitamos de 4 ou 5 dádivas de Sangue Total para transfundirmos um doente nas mesmas circunstâncias.»

Sem comentários: