os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

conheço 'ssoas que são verdadeiros lapsos de realidade.

«a realidade encontra-se algures no lapso entre o ideal e o real, entre aquilo que as pessoas dizem e o que realmente fazem»


esta frase é retirada de um texto de Victoria J. Baker, sobre Malinowski e o seu trabalho como antropólogo e etnógrafo. tive oportunidade de ler o artigo em companhia do meu Nuno-riqueza-mai-boa que tem praticamente 20 anos e com quem já andei ao colo. outros tempos!
a frase vem a propósito da teoria da inconsistência humana e aos estudos que Malinowski realizou junto de tribos nativas; o seu trabalho tem duas faces: o diário científico e o diário pessoal. um contradiz, por vezes, o outro. é como se o diário pertencesse a duas pessoas diferentes. mas nós sabemos que só existe UMA pessoa.


Janus

a vida tem-me presenteado com encontros (e desencontros) com várias pessoas. e ainda! com pessoas que são várias pessoas em si mesmo. e não falo aqui de um outrar à Fernando Pessoa, pois o génio é algo que não se encontra ao dar um pontapé numa pedra.
pasmo-me com as peças dos puzzles que se me atravessam à frente «dojolhos» e com a forma como aqueles que eu julgava conhecer se revelam outros. e o modo como praticam a incoerência de ser e mostram toda uma insegurança em manter firme e hirta uma capa aparente e trans-a-parente. e revelam toda uma ausência de força na personalidade.
impressionante.
para mim, a dificuldade passa pela vontade (muito enorme) de assumir a transparência do que penso e dizer aos Janus, aos deuses das indecisões que se atravessam no meu caminho, que as suas duas faces foram desmascaradas e que só têm e a ganhar em assumi-las.

eu conheço 'ssoas que são verdadeiros lapsos de realidade. e às vezes, só às vezes, isso agasta-me a alma. e deixa-me exaurida. e descrente da Verdade que as 'ssoas pensam que são.

Sem comentários: