os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







sábado, 30 de abril de 2011

li e gostei: thetta reddast

o grande título «como vencer a adversidade» é verdadeiramente inspirador em temos de crise. aliás, o artigo com esse título apresenta-nos relatos de quem viveu a crise (pessoal, económica e de outras índoles) e continua a lutar e com esperança.
sim, é possível sorrir. ainda que o céu esteja negro e ameace desabar em cima de nós, a atitude positiva é fundamental. FUNDAMENTAL. a energia flui com o pensamento, minha gente, e os pensamento negativos vão atrair energia negativa. portantoS, o caminho é o do pensamento positivo. arregaçar as mangas e ir em frente.
ir em frente: foi o que fez o povo islandês. nas páginas 66-78 a Visão brinda-nos com uma Grande Reportagem sobre o povo islandês, considerado em tempos o mais feliz. e que recupera a felicidade, aos poucos, com uma energia e garra invejáveis. um exemplo para o tão habitual gesto português de «encolher ojombros», dizer que está tudo mal e não fazer nada para mudar isso que se critica.
a ler, minha gente. a ler.
aproveito, ainda, para destacar o trabalho de Vik Muniz.

«O que o impressionou mais foi "a humanidade das pessoas, independentemente do lugar. Mesmo no sítio mais difícil e confuso do planeta, a dignidade humana resiste.»

não gostei muito de saber que há outra associação de apoio e acolhimento a crianças e jovens em risco de fechar portas. a CrescerSer tem perdido muitos donativos que lhe permitiam fazer face às despesas diárias. no dia 24 de Maio vai organizar-se uma gala no Casino Estoril para ajudar a associação.

mais um apontamento sobre o artigo dedicado aos reporteres de guerra: Hetherington e Hondros faleceram, recentemente, na Líbia.

Sem comentários: