os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







quarta-feira, 29 de junho de 2011

confesso. fui a duas festinhas de aldeia para ver e ouvir este moço


fotografia de Rui M Leal (retirada do facebook do fotógrafo)

corria o ano de ... bem não sei. mas a minha aprendiz é capaz de me poder ajudar com isso. houve uma festa aqui perto, em Almargem e nós fomos lá vibrar com os Dzrt.
e pronto. confessamos.
gostámos de ver o Angélico de tronco nu.
uma semana ou duas depois fomos ver o mesmo concerto noutra aldeia aqui da zona. e no meio da multidão, uns putos de 16, 17 anos perguntaram-nos: «em que escola é que vocês andam?»
gostámos do elogio: queria dizer que ainda passavámos por miúdas da secundária. mas tivémos que explicar aos piquenos que já tínhamos idade para sermos irmãs mais velhas!

Angélico. 28 anos. e uma vida com tanto para dar, colhida num acidente. para a família dele e do amigo que faleceu, ficam os meus profundos sentimentos. e as melhoras para a rapariga que está ainda a lutar pela vida.

o tempo é de luto. haja respeito.



3 comentários:

J. disse...

Confesso que não partilhava desse teu gosto pelos Dzrt. No entanto gosto da frase com que acabaste o teu texto. O tempo é realmente de luto. Não compreendo alguns comentários que li, principalmente, no twitter! A maioria não consegue separara o artista e a sua obra e o homem, a pessoa... Isto na melhor das hipóteses, porque acredito que alguns pensam apenas que conseguem ter alguma graça quando brincam fazendo piadas fáceis.... desconhecendo que, não discutindo o talento da pessoa que morreu, terão que se esforçar muito para ter um dia alguma coisa que se pareça com talento... ou piada apenas!

Mais uma vez, gostei de ler um texto teu! Obrigado.

lady.bug disse...

acho que as pessoas não param para pensar e têm dito grandes disparates em torno deste acidente e desta morte. e desta pessoa.

TAB disse...

Miga, estavamos no final do Verão de 2005 quando fomos ver este moço a abanar as ancas... e que bem q ele as abanava.
Quero só fazer uma atenção... NÃO, não gostavamos muito dos D'ZRT nem das musicas deles... fomos a dois concertos porque gostavamos muito de ver o Angélico em tronco nú... esta é a verdade ;)
Acredito que noutra vida encontrarei aqueles abdominais a rebolar novamente. RIP Angélico.