os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







quarta-feira, 23 de novembro de 2011

mais loucura, menos prozac

fotografia do Mário Tavares

«“Júlio de Matos” partilha connosco um desabafo que faz muito sentido nos dias de hoje: o dia-a-dia de um homem desempregado, sozinho, que aguarda ansiosamente que o telefone toque para ter alguém com quem falar. Até lá, vai falando sozinho. E que atire a primeira pedra quem nunca fez o mesmo.»

para ler AQUI. 

Sem comentários: