os textos aqui apresentados são redigidos em desacordo com o Acordo Ortográfico #AO90







sábado, 18 de fevereiro de 2012

entre «demora 4 minutos» e «é impossível» - Starbucks experience

nós é 'ssoas que gosta muito de starbuckiar. é toda uma cena que me assiste maningue bué. mas o café expresso nunca me convence muito, pelo que quando me sugeriram «ah e tal, porque é que não pedes o café da semana em vez do café «normal» do expresso» eu pensei: boa. vamos a isso.

fui então ao (ou à) Starbucks do Dolce Vita Tejo e fiz o pedido ao senhor

«era um expresso, mas em café da semana. é possível?»

«sim, mas vai demorar 4 minutos»

com ce'teza. nós esperamos. e bebemos o expresso, com café da semana. o café era um bocadito cítrico, mas lá marchou.

dois dias depois, no (ou na) Starbucks do Alegro (isto leva dois l?) fiz o mesmo pedido. dois cafés da semana em formato expresso.

«isso é impossível» - foi a resposta que obtive.

impossível? mas ainda há dois dias fiz este pedido e bebi o café da semana em tamanho expresso. mas a senhora insistiu. disse que não era assim que deveria ser. que o standard era café da semana em tall (o tamanho mais pequeno). e ainda comentou com a colega: «já viste, esta senhora diz que bebeu o café da semana em expresso... » «ah não pode ser», dizia a outra.

e eu disse: «pois, pode não ser o standard. mas enfim, o seu colega foi criativo, então?»

«acha mesmo que isso é criatividade?» - disse a senhora. e eu encolhi ojombros e disse: ora então são dois expressos e não se fala mais nisso.

gostava de saber o que a (ou o) Starbucks tem a dizer sobre isto. tinha a sensação que na (ou no) Starbucks o cliente poderia praticamente reinventar o café. afinal não.

1 comentário:

nat disse...

escreve-lhes...
quando abriram em Portugal fiquei um xitex porque pensei que fossem vender ice-tea igual ao que há nos starbucks americanos... não é que dois dias depois o representante em Portugal me respondeu?!?